Editorial

Prof Martin R CowieProf Martin R Cowie

Editorial

Tem sido com enorme prazer que tenho trabalhado com diversos cardiologistas de todo o mundo no desenvolvimento e implementação do Projeto Optimize. Todos reconhecemos a necessidade de melhorar o tratamento de pessoas que vivem com insuficiência cardíaca e, por vezes, ferramentas simples podem ajudar a elevar os padrões. Tem sido revigorante ver tantos centros de todo o mundo utilizarem os protocolos, Checklist e os passaportes de doentes (ou a aplicação móvel paciente) desenvolvidos no Projeto Optimize e neste Web site pode… Ler mais

Notícias

O PROGRAMA OPTIMIZE PARA O TRATAMENTO DA INSUFICIÊNCIA CARDÍACA: LIÇÕES INICIAIS DA IMPLEMENTAÇÃO GLOBAL

O artigo descreve o Programa Optimize para o Tratamento da Insuficiência Cardíaca, que inclui algumas iniciativas económicas para tentar melhorar a prescrição das terapêuticas recomendadas pelas guidelines de forma mais adequada, educação e compromisso do doente, e planificação da alta hospitalar. Também revê os principais ensinamentos acerca da implementação deste Programa e as conclusões preliminares…

Ler mais

Fardo da insuficiência cardíaca

A insuficiência cardíaca é um importante problema de saúde com uma prevalência superior a 23 milhões a nível mundial e em crescimento. A insuficiência cardíaca é um importante problema para os sistemas de cuidados de saúde de todo o mundo, tanto em termos de impacto no quotidiano do doente, como em termos de encargos devido às elevadas taxas de hospitalização, readmissão e consultas externas. Apesar dos avanços registados na terapia e gestão, a insuficiência cardíaca permanece uma síndrome clínica mortífera.

É essencial que os profissionais de saúde juntem esforços para combater esta crescente epidemia.

 

Ler mais

Necessidades não atendidas na insuficiência cardíaca

A hospitalização por insuficiência cardíaca e a re-hospitalização precoce estão entre os principais desafios da gestão dos doentes com insuficiência cardíaca, juntamente com a elevada mortalidade e a reduzida qualidade de vida. A fase vulnerável, nos 30 dias após a alta hospitalar, é conhecida por ser um período de elevado risco para os doentes com insuficiência cardíaca. Isto pode dever-se a uma função cardíaca comprometida, particularmente a função sistólica. Por conseguinte, é da maior importância melhorar rapidamente a função sistólica, com uma chamada à ação após a alta hospitalar. Diversas estratégias baseadas no hospital têm comprovado reduzir as hospitalizações recorrentes. As chaves do sucesso são a educação do doente, a optimização do tratamento e o seguimento do doente.

Sobre o programa

O programa “Optimize Heart Failure Care” foi concebido para melhorar o tratamento dos doentes com insuficiência cardíaca desde a alta hospitalar e durante o seguimento. Os doentes com insuficiência cardíaca têm um elevado risco de serem rehospitalizados, nomeadamente no primeiro mês após a alta hospitalar. Por este motivo, a hospitalização por insuficiência cardíaca foi identificada como uma oportunidade essencial para optimizar a terapêutica. O programa Optimize fornece um conjunto de ferramentas para os profissionais de saúde que deverá ajudá-los a optimizar os cuidados na insuficiência cardíaca apenas em 3 simples passos, antes da alta hospitalar até ao seguimento dos doentes.

O objetivo do Web site “Optimize Heart Failure Care” é partilhar programas locais de cuidados na insuficiência cardíaca implementados em países de todo o mundo, de modo a partilhar a experiência de cada um destes.